Explorando o mundo subaquático

Pesquisadores que exploram o mundo subaquático desenvolveram um braço robótico “macio” para coletarem amostras do oceano sem destruí-las. 

Quando pesquisadores precisam visitar um recife de coral em profundidades além do limite de mergulhadores humanos, precisam usar um ROV, veículo com controle remoto, para explorar o oceano.

O problema é que a maioria destes braços robóticos foram criados para construção e instalação de tubulações, ao invés do trabalho delicado de coleta de materiais como esponjas, corais e outras amostras biológicas frágeis. Como resultado, acabam destruindo e perturbando o delicado equilíbrio dos organismos do ecossistema marinho. Manipular e segurar estes organismos frágeis requer o toque delicado da mão de um mergulhador humano, e recriar isso em um braço robótico é um verdadeiro desafio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.